VITA Incorporated RPG

Trago neste post a nova versão de um antigo RPG meu, o VITA Incorporated RPG. Ele foi diagramado por ninguém menos que Igor Moreno, do estúdio Flying Ape, para a semana do editor do RPGenesis 2014. A diagramação e o novo logo ficaram ótimos, e com o acréscimo de ilustrações, o resultado final ficou maravilhoso!

Para quem não conhece o jogo, ele trata de um futuro em que criaturas geradas por engenharia genética evoluem e se voltam contra os seres humanos. O sistema é simples, e provavelmente será preciso criar house rules. Para baixar o .pdf, é só clicar aqui.

Anúncios

RPGenesis 2014 – Semana do Editor – Risus

Está terminando a Semana do Editor do RPGenesis 2014. Eu fiz minha contribuição e hoje trago a vocês minha versão de Risus: The Anything RPG.

Risus é meu sistema favorito, mas ele tem os seus problemas. O principal deles é a mecânica básica de pilhas de dados, que não funciona muito bem – quem está familiarizado com o sistema já ouviu falar sobre a grande diferença entre os valores dos clichés. Minha versão deste sistema parte da resolução deste problema principal e acaba tentando resolver também outros probleminhas.

Em Meu Risus, o valor do Conceito – que é como eu chamo o cliché – determina um par de dados rolados nos testes. Um Conceito de valor 1, por exemplo, equivale a 2d4; um Conceito de valor 2, a 1d4+1d6; e assim em diante. Desta forma, a diferença entre os valores não é tão grande e, ao mesmo tempo, o valor do Conceito apenas já determina que dados devem ser rolados (eu não queria fazer um sistema em que, por exemplo, o valor do Conceito determinasse um bônus a ser somado a um dado).

Também saíram do sistema as dificuldades fixas. Toda rolagem é um teste resistido entre dois ou mais Conceitos, e vence quem obtiver o maior resultado. Isso torna o trabalho do narrador mais interessante, a meu ver, uma vez que ele construirá o cenário e seus desafios usando conceitos como Montanha Escarpada (4), Rio Caudaloso (3), etc.

A mecânica de evolução também mudou, e agora sempre que o personagem falha em uma rolagem de evolução, ele recebe pontos que a tornam cada vez mais fácil. Assim, em algum momento o valor do Conceito acabará aumentando, a evolução não mais dependendo apenas da sorte nos dados.

A maioria das outras mecânicas não muda muito. Meu Risus ainda traz como opções para personagens equivalentes aos Hook, TaleLucky Shots, Questing Dice, Sidekicks and Shieldmates e Double-Pump Clichés. E eu até mesmo desenhei meus próprios Little Cartoon Bastards!

Para baixar Meu Risus, basta clicar aqui.