Em Busca pela Taça da Imortalidade – Campanha para Tragoedia – Parte 2

Essa aventura continua a campanha na qual os Herois buscam a Taça da Imortalidade. Leia a parte 1 aqui.

Alerta!

Se você for um jogador de Tragoedia, ou se você pretende jogar Tragoedia em breve, não leia esse post, ou ele pode estragar sua diversão! Ele foi escrito para aqueles que narram ou pretendem narrar Tragoedia.

Introdução

Os Herois vão para Súnai, acompanhados do Imortal Adrastos ou a pedido dele, a fim de entregar o Kráter Transbordante. Adrastos disse apenas que buscava o artefato para entregá-lo à sua família, mas não revelou que, na verdade, era filho do Rei Apolodorus.

Em Súnai

Os Herois são recebidos com honras quando revelam portar o Kráter. O Rei os oferecerá um banquete e um brinde com o vinho do Kráter (que lhes dará +1 em For e Car).

O Rei pedirá aos Herois que ajudem a buscar o Estandarte do Monte Solar (Livro Básico, p. 97), um importante artefato Súno. Tudo o que os Súnos sabem é que o artefato se perdeu numa batalha em um campo ao norte de Súnai, durante a guerra entre Imortais e Monstros que deu fim à Terceira Era, há mais de 300 anos.

A verdade

O Estandarte encontra-se num antigo forte Súno no meio do campo de batalha, que hoje abriga alguns Gigas (Livro Básico, p. 110). O campo ainda é palco de batalhas, desta vez entre os exércitos de duas pequenas cidades em guerra: Kartai , a oeste, e Megai, a leste. Ambas ficam a cerca de 25 km do forte. Ambas possuem cerca de 1.500 habitantes e exércitos de 100 homens (duas tropas com 30 homens de infantaria, 10 de arquearia e 10 de cavalaria; os capitães de cada tropa são soldados de cavalaria de elite).

Kartai é uma tirania. O Rei – e General – Kertenos (um guerreiro; na minha mesa, um Protetor) tomou o poder com a ajuda do exército, dissolvendo o Senado. O povo da cidade está divido entre o apoio ao tirano e ao senado, cujos membros estão presos.

Megai é uma democracia. O Rei Verinos foi deposto ao tentar dar um golpe, inspirado pelo exemplo de Kartai. O Senado comanda a cidade, e dá as ordens ao General Prostinos (na minha mesa, também um Protetor), uma vez que, em Megai, o exército apoiou o Senado.

(Cabe ao Corifeu, dependendo de como a narrativa se desenvolver, determinar mais detalhes de cada cidade. Na minha mesa, os Senadores de Megai eram corruptos, e um deles agia como um tirano, enquanto que o Rei de Kartai era justo e havia assumido o poder por causa da corrupção dos Senadores.)

As duas cidades estão em guerra por motivos políticos; ambas discordam da forma de governo da outra.

O forte

O forte é atualmente ocupado por Gigas (quantidade e dados de vida determinados pelo Corifeu, de acordo com o nível da campanha). O estandarte está no meio de outros tesouros menos valiosos, mas ainda assim poderosos (como armas de ouro obra-prima dos Súnos). Os tesouros estão no meio da sujeira, e o Estandarte está sujo e rasgado, precisando ser alvo da Intervenção Divina Purificar lançada por um sacerdote ou artista de Sún para ser consertado. Enquanto não for purificado, não terá efeito.

O forte está bem conservado, e por isso está sendo alvo de disputa entre Kartai e Megai. Ambas as cidades vêm tentando dominar o forte desde que a guerra começou, a fim de obter vantagem no conflito. Os Herois que tentem se aproximar do forte buscando uma pista do Estandarte acabarão se envolvendo no conflito e terão de escolher um lado.

(Na minha mesa, os Herois ajudaram os soldados de Megai a dominar o forte e encontraram o Estandarte. Eles chegaram em Megai muito feridos e, muito fracos, não puderam evitar que o exército de Megai usasse o Estandarte em batalha. Porém, ele não funcionou e Megai foi derrotada).

De volta à Súnai

Caso tragam o Estandarte para o Rei Apolodorus, ele os recompensará com ouro (equivalente aos perigos enfrentados, e mais um bônus, determinado pelo Corifeu) e com a eterna hospitalidade em Súnai. Ele poderá intervir no conflito entre as duas cidades caso saiba que alguma delas tentou fazer uso do Estandarte (como ocorreu na minha mesa).

Caso os Herois tenham pedido informações ao Rei acerca da Taça da Imortalidade, ele dirá que seus sábios têm a informação de que a Rainha de Nemeai sabe algo sobre a Taça.

Na próxima aventura, a busca pela Taça da Imortalidade continua, e leva os Herois à cidade de Nemeai.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s